A Manopla de Karasthan

Crónicas de Allaryia - Vol. I

de Filipe Faria

Livro eBook
editor: Editorial Presença, abril de 2002
Prémio Branquinho da Fonseca - Expresso/ Gulbenkian 2001
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Na imensidão cósmica existe um mundo, Allaryia, de grandes heróis e vilões infames, de seres de uma beleza indescritível e criaturas maléficas de uma fealdade atroz, nações poderosas e impérios tirânicos. Depois de muitas eras que alternaram entre a paz e a discórdia, encontramos neste primeiro volume das Crónicas de Allaryia, um tempo de aparente tranquilidade, de uma calma inquietante, semelhante ao silêncio que antecede a tempestade. Algures, numa câmara escura, subterrânea, algo se move, tentando libertar-se de anos de cativeiro, algo monstruoso, inumano, sedento de sangue e dor. O povo de Allaryia perdeu o seu campeão - Aezrel Thoryn, provavelmente morto numa batalha contra o Flagelo, a força das trevas, em Asmodeon - e mais do que nunca precisa de protecção. Aewyre Thoryn, o filho mais novo do saudoso rei, pega em Ancalach, a espada do seu pai, decide descobrir o que realmente lhe aconteceu e parte a caminho de Asmodeon. O que o jovem guerreiro não podia prever era que a sua demanda pessoal se iria transformar, à medida que os encontros se vão sucedendo, na demanda de um grupo particularmente singular, que reunirá a mais estranha e inesperada mistura de seres - Allumno, um mago, Lhiannah, a bela princesa arinnir, Worick, um thuragar, Quenestil, um eahan, Babaki, um antroleo, Taislin, um burrik, Slayra, uma eahanna negra e o próprio Aewyre. O ritmo a que se sucedem as aventuras é absolutamente alucinante, a cada passo surgem perigos mais tenebrosos, seres aterradores que esperam, ocultos nas sombras, o melhor momento para atacar e roubar a tão desejada Ancalach… Mas os laços de amizade que unem o grupo estão cada vez mais fortes e, juntos, sentem-se capazes de enfrentar qualquer inimigo.

« A estreia do jovem Filipe Faria com a edição de "A Manopla de Karasthan", primeiro "acto" de uma prometida obra de grande fôlego, tem tudo para ser aplaudida. Abre as portas à publicação do género da fantasia épica portuguesa e chega às bancas chancelada com o prémio Branquinho da Fonseca para a literatura juvenil. E algo mais há que fica claro logo neste primeiro título das "Crónicas de Allarya": Filipe Faria tem mesmo uma história para contar e só agora é que começou a fazê-lo.»
Dulce Furtado, Público, suplemento Mil Folhas

A Manopla de Karasthan

Crónicas de Allaryia - Vol. I

de Filipe Faria

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722328630
Editor: Editorial Presença
Data de Lançamento: abril de 2002
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 224 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 536
Tipo de produto: Livro
Coleção: Via Láctea
Classificação temática: Livros em Português > Infantis e Juvenis > Literatura Juvenil
EAN: 9789722328630
Idade Mínima Recomendada: Maiores de 12
e e E E E

Crónicas de Allaryia-Vol. 1

Elsa Esteves

O primeiro volume desta saga, conta a história de um grupo de aventureiros de várias raças, que empreendem uma viagem para recuperar a manopla. Tal como o jovem escritor diz, tem muito de Tolkien, D&D e WoW, a história é interessante, mas não desenvolve. Os erros frásicos sucedem-se, tal como o uso de vocabulário não existente na época. Aewyre Thoryn, e o seu grupo envolvem-se numa série de lutas, com bastante originalidade, mas não passa disto. O autor tenta escrever a base para uma saga, mas acho que nesta obra não o conseguiu.

Filipe Faria

Filipe Faria nasceu em 1982, em Lisboa. Frequentou a Escola Alemã de Lisboa desde o jardim de infância até completar o 12º ano de escolaridade. O contacto e convívio com aquela cultura de origem germânica, tão diferente da nossa, possibilitou a abertura de novos horizontes. Impulsionado pelo forte interesse demonstrado pelo período negro da Idade Média, e pela descoberta algo fortuita de uma verdadeira relíquia na biblioteca escolar - a Tolkien Bestiary -, cultivou, desde cedo, a paixão pela literatura fantástica. As «Crónicas de Allaryia» assinalam a sua estreia no mundo literário. Uma obra que nasceu de uns esboços de uma aventura, iniciados hà cerca de quatro anos, que lentamente ganharam corpo e forma e evoluíram para um livro de quase 600 páginas. Em 2001 foi o vencedor do Prémio Branquinho da Fonseca, organizado pela Fundação Calouste Gulbenkian e Jornal Expresso. Em 2002 ganhou o Prémio Matilde Rosa Araújo - Revelação na Literatura Infantil e Juvenil. Actualmente encontra-se a frequentar o curso de Línguas e Literaturas Modernas na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas. E o resto é uma história ainda por escrever…

(ver mais)
Lendário

Lendário

10%
Editorial Presença
18,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
Finale

Finale

10%
Editorial Presença
17,91€ 19,90€
portes grátis
A Oitava Era

A Oitava Era

10%
Editorial Presença
18,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Última Feiticeira

A Última Feiticeira

10%
Editorial Presença
18,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
As Crónicas de Wardstone - O Segredo do Mago

As Crónicas de Wardstone - O Segredo do Mago

10%
Editorial Presença
12,90€ 10% CARTÃO