A Intermitência

de Andrea Camilleri

editor: Bertrand Editora, julho de 2011
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Milhares de trabalhadores em perigo. Um diretor corrupto; outro, amante de poesia. Duas mulheres irresistíveis.
Uma história de ódio, desejo, vingança e poder num thriller veloz como um piscar de olhos.
Um thriller financeiro, implacável no tema como no ritmo, onde as personagens são asperamente esculpidas, de forma quase cruel, movidas pelo ódio, pelo desejo de vingança ou pelo poder.
Um circo cínico e desprovido de sentido onde se destaca a figura de Mauro De Blasi, director geral de uma grande empresa, aparentemente imune à sua consciência. Mas ele, como toda a gente, às vezes é vítima da insidiosa intermitência que remete a consciência para fragmentos da ascensão (ou da queda?) e que pode revelar as fissuras que se escondem sob uma existência vazia.

«Um autor a ler antes de morrer.»
Daily Telegraph

A Intermitência

de Andrea Camilleri

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722523240
Editor: Bertrand Editora
Data de Lançamento: julho de 2011
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 233 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 184
Tipo de produto: Livro
Coleção: Ficção Contemporânea
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Policial e Thriller
EAN: 9789722523240
e e e e E

Sinistro

Nuno Miguel

Muito boa teia de um grande escritor italiano que empolga e prende nos a história.

e e e e E

Uma agradável surpresa

Jacob Lopes

Não conhecia este autor que me surpreendeu pela força de um romance diferente e muito interessante. Num ambiente diferente prende o leitor e, sem intermitência, leva a um final inesperado.

Andrea Camilleri

Andrea Calogero Camilleri (Porto Empedocle, 6 de setembro de 1925 - 17 de julho de 2019). Iniciou a sua atividade como encenador, autor de teatro e televisão mas, a partir dos anos oitenta, passou a dedicar-se à narrativa com mais frequência.
O entusiasmo e a admiração dos leitores foi crescendo, assim como o interesse da crítica, quer pelas aventuras satíricas, quer pelos romances policiais ambientados na Vigàta atual do comissário Montalbano, protagonista recorrente nos romances de Camilleri: "A Forma da Água", "O Ladrão de Merendas" (Prémio Ostia 1997), "A Voz do Violino" (Prémio Selezione Bancarella 1998), "Excursão a Tindari", "O Cão de Barro" e "O Cheiro da Noite", todas publicadas pela Difel, são obras que lhe conferiram o estatuto de escritor de culto, confirmado em 1998 com a atribuição do prestigiado Prémio Empedocle.

(ver mais)
Next

Next

10%
Dom Quixote
4,90€ 10% CARTÃO
Memórias de um Assassino Romântico

Memórias de um Assassino Romântico

10%
Oficina do Livro
4,90€ 10% CARTÃO