A Ilha dos Jacintos Cortados

Carta de Amor com Interpolações Mágicas

de Gonzalo Torrente Ballester

editor: Difel, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
“A Ilha dos Jacintos Cortados” é uma “carta de amor com interpolações mágicas”, como o próprio autor define numa espécie de subtítulo. O romance traz para o conjunto da obra do autor a novidade do erotismo e da melancolia; um erotismo isento de pornografia, uma melancolia sem sentimentalismo. A prosa de Torrente Ballester mostra-se aqui na sua dupla condição ou estilo de barroquismo e simplicidade, segundo os materiais, de acordo com espírito.
Há duas histórias: a do amor e uma outra, difíceis de classificar porque ambas se separam com decidida veemência tanto dos caminhos já trilhados quanto das fórmulas de vanguarda, sempre em busca das técnicas mais adequadas aos materiais que utiliza.
Se uma destas histórias cativa, a outra diverte, e como estão endemoniadamente misturadas, emoção e diversão é a dupla promessa que pode ser feita ao leitor.

«Um dos autores mais originais da literatura espanhola contemporânea.»
Semanário

A Ilha dos Jacintos Cortados

Carta de Amor com Interpolações Mágicas

de Gonzalo Torrente Ballester

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722906487
Editor: Difel
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 228 x 37 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722906487
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Gonzalo Torrente Ballester

Escritor espanhol, Gonzalo Torrente Ballester nasceu a 13 de junho de 1910, numa pequena aldeia da Galiza (Los Corrales de Serantes, em El Ferrol), mas sempre sentiu que tinha nascido na Idade Média de tal modo foi a sua imaginação influenciada pelas lendas rurais.
Licenciou-se em Filosofia e Letras na Universidade de Santiago de Compostela e, posteriormente, em Direito e Ciências. Deu aulas em institutos de diversas cidades espanholas, sempre contagiando os alunos com o seu amor pela literatura, nomeadamente por Cervantes e pela figura de D. Quixote. Casou duas vezes. Teve onze filhos, escreveu mais de vinte livros e tinha uma biblioteca com cerca de 12 000 volumes.
Em 1977 ingressou na Real Academia mas foi quando a sua trilogia Los gozos y las sombras (Os Prazeres e as Sombras, publicada entre 1957 e 1962) foi transformada numa série de televisão que ele se tornou reconhecido em toda a Espanha. Em 1991, também Crónica del rey pasmado (Crónica do Rei Pasmado, 1989) viria a ser adaptado ao cinema para o filme realizado por Imanol Uribe.
Numa entrevista cerca de um ano antes de morrer afirmou: "Tive a sorte de ser dos poucos que conseguiram ver as duas faces da lua". Com efeito, a sua obra, irónica e original, sempre soube combinar, por um lado, a luz e a sombra, e, por outro, a racionalidade e a imaginação que o fazia encarar a realidade e o quotidiano como muito mais fantásticos que qualquer ficção.
Veio a falecer no dia 27 de janeiro de 1999.
Prémios Literários:
Fundação March 1959
Cidade de Barcelona 1973
Príncipe das Astúrias das Letras 1982
Cervantes 1985
Planeta 1988
Azorín 1994
Castilla Y León das Letras 1996

(ver mais)
A Saga/Fuga de JB

A Saga/Fuga de JB

20%
Quetzal Editores
19,92€ 24,90€
portes grátis
Crónica do Rei Pasmado

Crónica do Rei Pasmado

20%
Leya
8,00€ 10,00€
portes grátis
O Deserto Malva

O Deserto Malva

20%
Palimage
12,80€ 16,00€
portes grátis
Nada do Outro Mundo

Nada do Outro Mundo

Em stock - envio até
20%
Relógio D'Água
9,73€ 12,16€
portes grátis