A Família Trago

Livro 1

de Germano Almeida

editor: Editorial Caminho
«A Família Trago», o romance mais recente do escritor cabo-verdiano Germano Almeida, conta-nos, ao correr da pena de um narrador de características muito particulares, a saga da família Trago ao longo de várias gerações. Numa escrita forte e de impressionante fôlego, o autor conduz-nos, através dos tempos, numa viagem aliciante e absorvente, ao mundo de uma famíla e ao pulsar de um arquipélago profundamente ligados, revelando-os em pinceladas enérgicas, coloridas, pitorescas, às vezes dolorosas, às vezes enternecedoras. «A Família Trago» é, sem dúvida, um belíssimo romance, que o leitor não deve deixar de conhecer.

A Família Trago

de Germano Almeida

ISBN: 9789722111751
Editor: Editorial Caminho
Idioma: Português
Dimensões: 137 x 207 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 330
Tipo de produto: Livro
Coleção: Uma Terra sem Amos
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722111751
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e E

Um romance muito interessante!

Eurico Santos

Comprei este livro com grande curiosidade pela escrita do autor após vencer o Prémio Camões. Não fiquei nada desiludido. Um romance muito interessante que recomendo.

Germano Almeida

Germano Almeida nasceu na ilha da Boa Vista em 1945. Licenciou-se em Direito na Universidade Clássica de Lisboa. Vive em São Vicente onde, desde 1979, exerce a profissão de advogado.
Publica as primeiras estórias na revista Ponto & Vírgula, assinadas com o pseudónimo de Romualdo Cruz. Estas estórias foram publicadas em 1994 com o título A Ilha Fantástica, que, juntamente com A Família Trago, 1998, recriam os anos de infância e o ambiente social e familiar na ilha da Boa Vista. Mas o primeiro romance do autor foi O Testamento do Sr. Napumoceno da Silva Araújo, em 1989, que marca a rutura com os tradicionais temas cabo-verdianos.
O Meu Poeta, de 1990, Estórias de Dentro de Casa, de 1996, A Morte do Meu Poeta, de 1998, As Memórias de Um Espírito, de 2001 e O Mar na Lajinha, de 2004, formam o que se pode considerar o ciclo mindelense da obra do autor.
Mais recentes são os livros A Morte do Ouvidor, de 2010, e Do Monte Cara Vê-se o Mundo, de 2014, Regresso ao Paraíso, 2015 e O Fiel Defunto, 2018 também editados na Caminho.
Tem obras publicadas no Brasil, França, Espanha, Itália, Alemanha, Suécia, Holanda, Noruega e Dinamarca, Cuba, Estados Unidos, Bulgária, Suíça.
Em 2018 vence o Prémio Camões.

(ver mais)
Editorial Caminho
8,90€ 10% CARTÃO
Editorial Caminho
10,90€ 10% CARTÃO
Editorial Caminho
16,90€ 10% CARTÃO
portes grátis
Editorial Caminho
14,31€ 15,90€
portes grátis
Publicações Europa-América
17,90€ 10% CARTÃO
portes grátis