Wook.pt - À Conversa Com

À Conversa Com

de Isabel do Valle 

20,19€
10%
Portes
Grátis
10% de desconto em CARTÃO
Envio até 4 dias
portes grátis
Sinopse

Por detrás da imagem de figura pública, inerente ao mundo artístico, estão pessoas e percursos de vida. O presente conjunto de entrevistas — cuja selecção deriva, sobretudo, dos conhecimentos pessoais da autora e da disponibilidade daqueles que aderiram ao seu projecto — é uma primeira concretização da tarefa com que Isabel do Valle se propôs valorizar o mundo artístico, dando-nos a conhecer, numa abordagem intimista e personalizada, alguns dos seus intervenientes.

Nestas entrevistas procura-se abeirar o lado pessoal de cada um dos interlocutores, tendo sempre como pano de fundo um olhar sobre a vida, os valores, as convicções, as aprendizagens e as opções que fazem parte do caminho vivencial de cada um. Não é assim de estranhar que, neste primeiro volume de entrevistas, o discurso dos entrevistados extravase o plano do trabalho profissional e incida sobre questões que a todos igualam no plano humano, porque a todos se impõem no confronto com a vida.

Ao valorizarem a dimensão humana, mais do que a imagem mediática de cada entrevistado, as conversas reunidas neste livro lançam um outro olhar sobre aqueles que estamos habituados a conhecer através dos meios de comunicação de massas. Um olhar que, revelando-nos afectos, percursos de vida, hábitos e opções, nos traz uma dimensão pessoal que geralmente não nos é acessível, contribuindo, simultaneamente, para que nos sintamos mais próximos daqueles que de algum modo deixam a marca da sua referência na nossa memória colectiva.

TEXTO DE APRESENTAÇÃO (LISBOA, 26/2/2007)
Um dia, não se sabe exactamente em qual, mas corria o ano de 2006, uma artista alfacinha agora residente no Algarve, resolveu partir em busca dos seus pares e afins, levando na bagagem, para além de uma simpatia congénita e ouvidos de escuta apurada, uma mão cheia de perguntas. Confessou-me que não sabe bem como tudo aconteceu.
Que um dia, não sabe bem por força de que energias, partiu e foi falar com pessoas.
Levava o coração cheio de vontade de dar — apesar das perguntas que iam na algibeira — e o sonho, ainda enevoado, de poder de alguma forma ser um elo de aproximação e reunião de pessoas que de certo modo vê como família.
Dados os primeiros passos, que é como quem diz, gravadas as primeiras entrevistas o sonhado projecto começou a ganhar corpo.
Foi-se então dedicando aos penoso trabalho de transliterar as entrevistas do suporte áudio em que foram registadas, procurando tornar escorreita a forma escrita em que seriam apresentadas.
E persistiu no sonho, que é como quem diz, continuou as entrevistas, muito ao sabor das possibilidades que conseguia concretizar, muito na contingência da multiplicação dos contactos que se iam avolumando e sempre acarinhando cada entrevistado que juntava a uma lista que já se tornava extensa.
Foi no dia 28 de Junho de 2006 que conheci pessoalmente a Isabel. Tínhamos falado pelo telefone, mas ela insistiu em marcar uma reunião com o editor e em vir apresentar pessoalmente o seu projecto.
Disse-lhe, mais tarde, a propósito dessa momento, que me tinha entrado um «furacão pela porta». E a analogia é exacta.
Incansável na forma de lutar pelo seu projecto, com um coração do tamanho do mundo e com a determinação das grandes mulheres, pusemos mão ao trabalho, seleccionando, corrigindo, idealizando a capa e o formato, enfim, cuidando ao pormenor de tudo.
O sonhado projecto tornara-se agora uma gravidez que gestava com o tempo. Não foram precisos os nove meses, apenas oito. E o «rebento» — como a partir de então lhe chamámos — não nasceu prematuro. Teve o tempo necessário para amadurecer o sorriso com que se quis tornar público. E, eis-nos aqui, pela mão da Isabel do Valle com um projecto que do sonho passou à realidade.
Mas, contada em termos breves a história que originou este livro, vejamos agora o próprio livro nas caraterísticas que mais o identificam.
Ele agrega um conjunto de 45 entrevistas que a Isabel do realizou durante o ano de 2006 a diversas figuras públicas, na sua maioria artistas, e representa o primeiro passo de um projecto que eu sei que a autora gostaria de ver continuado em outros volumes de entrevistas e com outros entrevistados.

Em linhas gerais as entrevistas tem o propósito de nos dar a conhecer um outro lado dos entrevistados.
Todos são personalidades públicas que se destacaram no mundo das artes da comunicação social, da cultura e que, de um ou de outro modo, entraram na constelação das referências da nossa memória colectiva.
São conhecidos do grande público pela sua actividade profissional, pelo seu empenhamento para com a cultura e pela notoriedade dos percursos que foram desenvolvendo.
No entanto, não é a dimensão de notoriedade pública aquela que a Isabel explora nestas entrevistas. Pelo contrário, ela prefere aguardar nos bastidores e conversar com os seus interlocutores num plano em que estes se mostram como pessoas entre pessoas, com percursos individuais concretos, com vivências, com valores, com lutas, com balanços positivos e negativos, com desabafos, etc. — ou seja, num plano em que revelam a sua humanidade.
Parece-me, com efeito, que uma das características destas entrevistas é a abordagem extremamente humana que a Isabel imprime às suas conversas e o modo como, através das suas perguntas, acaba por desocultar um lado mais pessoal da vivências dos entrevistados no aquém da sua actividade profissional.

Não é assim de estranhar que encontremos uma moldura filosófica no seu modo de perguntar e que faz do horizonte amplo do sentido da vida o quadro de referência mais importante para a escuta dos seus entrevistados.
Parece-me que é precisamente isso que passa na maior parte das questões que recorrentemente são colocadas nestas entrevistas. Deixem-me dar-vos algumas pistas.

A questão da vocação.
Assumindo que no universo dos entrevistados a questão da vocação é decisiva — e de facto, parece ser um dado mais ou menos pacífico que só pela força de uma vocação e de uma sensibilidade específica se persiste em ser artista e culturalmente interventivo e dedicado — fala-se nestas entrevistas no modo como se descobrem as vocações, nos caminhos mais escorreitos ou mais tortuosos da sua afirmação, das dúvidas, dos riscos e das decisões que em torno da força de uma vocação se podem gerar. A questão da vocação liga-se a duas outras, que são a do talento e da inspiração. Será que o talento é inato, será que é fruto de conquista pelo trabalho, será que está ligado a predisposições naturais aprofundadas pelo trabalho? E a inspiração, de que resulta ela? Poderá a inspiração ser preparada? Poderá a espontaneidade ser potenciada? E quando falta a inspiração mas se tem de apresentar trabalho? O que nos conduz a uma outra questão.

A questão da ligação à profissão.
De que modo se encara a profissão quando se é artista, figura pública ou agente de cultura? Terá de haver um fundo de intensa paixão? Como é que se persiste num caminho em que as certezas quanto ao trabalho e ao seu retorno são a maior parte das vezes precárias? O que faz com que se continue num rumo profissional que não oferece garantias, que exige constantemente aprimoramento técnico e criativo e em que cada trabalho é um projecto e um desafio? O que leva a optar por essa forma de vida, que insistência a norteia, que devoção? E, nos momentos de balanço, que força faz persistir, mesmo na ausência de reconhecimento e de compensações económicas? Como é que cada um se relaciona com a forma de vida que ser artista é? O que nos conduz a uma outra questão.

A condição do artista profissional em Portugal.
Numa sociedade em que o economicismo leva a quantificar todos os valores, que condições de vida têm aqueles que promovem valores espirituais, que educam para a cultura e para a sensibilidade, que procuram reconduzir o olhar para formas que potenciam o crescimento humano e que estimulam o seu apuramento? Num mundo em que a educação tende cada vez mais a reduzir-se a um adestramento para a produção e numa sociedade em que a viabilidade económica se tornou estação primeira na ponderação de qualquer projecto, como são acolhidos e tratados os artistas? Sentem-se apoiados ou vêem-se numa eterna cruzada quixotesca? A sua profissão é socialmente acolhida e valorizada, ou têm de rumar sempre em contramaré, numa luta a retomar em cada dia, num esforço apenas alimentado pelo sonho? No caso específico de Portugal, como é que neste país se sentem tratados os artistas, que condições e oportunidades lhes são, ou não, proporcionadas, que expectativas nutrem? A esta questão liga-se uma outra recorrentemente referida nestas entrevistas, e que é a do significado do aplauso. Regra geral, podemos verificar que para os profissionais das artes, o aplauso é o nutriente por excelência da sua actividade profissional, a manifestação de apreço que faz sentir que, apesar de tudo, vale a pena continuar a fazer do trabalho um meio de oferecer e de levar algo aos outros. Mas, se o aplauso tem um significado enorme e reforça o espírito dos profissionais, o facto é que ele nem sempre significa um reforço na mesa familiar em que se partilham as refeições ou uma disponibilidade acrescida de apoio material aos que amamos… Como é ser, e como vivem, os artistas em Portugal? O que nos leva a duas novas questões.

O que move estas pessoas, como encaram a vida?
Trata-se de uma pergunta de fôlego amplo que abre para as mais diferentes respostas e colocações. A tal dimensão filosófica que atrás referi emerge explicitamente aqui. Que sentido tem a vida? Que sentido e orientação trabalha nos gestos quotidianos que se aglutinam nas semanas, nos meses, nos anos? O que polariza o movimento e a persistências dos percursos que cada um desenvolve? Que referencialidade última enquadra um percurso de vida? O que nos leva a outra questão.

E nos momentos difíceis da vida, a que é que nos agarramos? A que valores? A que objectivos? A que convicções? A que força? Uma vez mais a pergunta incide naquele nível que a todos torna iguais, mas permite desocultar a especificidade das incidências de cada entrevistado.

No mesmo sentido, vão as perguntas sobre o modo de lidar com a solidão, com o envelhecimento ou com a morte.

Em jeito de balanço, quero dizer-vos que na maneira como coloca as perguntas e orienta as entrevistas, a Isabel revela uma grandeza humana assinalável, grandeza que ressoa nas respostas dos entrevistados. Não é pois o lado da ostentação e da vaidade que a Isabel alimenta. Pelo contrário é sempre com os olhos postos numa humildade que, ao mesmo tempo que todos torna iguais, permite simultaneamente abeirar a singularidade de cada um. E isso significa uma imensa capacidade de amar e de acarinhar. E este livro é também um profundo acto de carinho, nutrido do júbilo e do orgulho de valorizar as pessoas que nele são entrevistadas.
Finalmente, o livro representa um importante testemunho, algo que lega uma compreensão mais humana e íntima de muitos daqueles a quem só conhecemos o lado público e para quem a mediatização da imagem acaba muitas vezes por interditar o olhar outro que repara que o mais valioso é, afinal de contas, ser-se pessoa entre pessoas, pessoa para pessoas, ou, em suma, caminho partilhado no cuidado dos afectos, dos valores e dos crescimentos. Esse é o espírito destas entrevistas, essa a hospitalidade genuína da Isabel do Valle.

Rui Grácio

À Conversa Com
de Isabel do Valle 
ISBN: 9789896140595Edição ou reimpressão: Editor: Pé de Página EditoresIdioma: PortuguêsDimensões: 145 x 205 mm Encadernação: Capa mole Páginas: 320Tipo de Produto: Livro Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Outras Formas Literárias
X
Coloque aqui o seu comentário
À Conversa Com
a sua avaliação:
X
Obrigado pela sua contribuição!

O seu comentário foi enviado para validação.

Nota:
A WOOK reserva-se ao direito de não validar textos que não se foquem na análise do conteúdo do livro ou produto. Caso pretenda colocar alguma questão sobre o artigo deverá fazê-lo através do Centro de Contacto.
X
imagem
X
wook deve saber
Promoção válida para o dia 23-07-2017

Saiba mais sobre preços e promoções consultando as nossas condições gerais de venda.
X
alerta de artigo novamente disponível

De momento, este produto não se encontra disponível no fornecedor. Caso o mesmo volte a ficar disponível, poderemos notifica-lo, bastando para tal que nos indique o seu endereço de email.

X
O seu pedido foi registado com sucesso.
Caso este produto fique disponível, será alertado por email
X
wook deve saber
Este eBook pode ser lido em qualquer dispositivo com browser, sem necessidade de fazer o download de qualquer software ou de possuir qualquer tipo de equipamento específico de leitura.
Após a compra, o eBook é disponibilizado de imediato na sua Biblioteca Wook, onde poderá ler e organizar todos os seus eBooks e à qual poderá aceder a partir do site WOOK ou da nossa aplicação (APP).
A versão web da Biblioteca Wook está otimizada para as versões mais recentes dos browsers Google Chrome, Internet Explorer, Safari, Firefox e Edge.
Para otimizar o acesso à sua Biblioteca Wook e ter acesso à opção de leitura em modo offline (sem ligação à internet) deverá instalar a nossa APP de leitura:
X
wook deve saber
Este eBook está encriptado com DRM (Digital rights management) da Adobe e é aberto na aplicação de leitura Adobe Digital Editions (ADE) ou em outras aplicações compatíveis.
Após a compra, o eBook é de imediato disponibilizado na sua área de cliente para efetuar o download.

Para ler este eBook num computador instale a aplicação Adobe Digital Editions.
Antes de instalar o Adobe Digital Editions, veja aqui o vídeo de ajuda:
Para ler este eBook em tablet e smartphone instale a aplicação Adobe Digital Editions para IOS ou Android.
X
wook deve saber
O PDF é um formato de arquivo digital desenvolvido pela Adobe e que disponibiliza uma imagem estática das páginas do livro e, independentemente do dispositivo de leitura, não redimensiona o texto ao tamanho do ecrã do dispositivo.
X
wook deve saber
O ePUB é um formato que proporciona uma excelente experiência de leitura dado que permite o redimensionamento do texto ao ecrã do dispositivo de leitura, aumentar ou diminuir o tamanho do texto, alterar o tipo de fonte, entre outras funcionalidades
X
recomendar
À Conversa Com de Isabel do Valle 
Para recomendar esta obra a um amigo basta preencher o seu nome e email, bem como o nome e email da pessoa a quem pretende fazer a sugestão. Se quiser pode ainda acrescentar um pequeno comentário, de seguida clique em enviar o pedido. A sua recomendação será imediatamente enviada em seu nome, para o email da pessoa a quem pretende fazer a recomendação.

A sua identificação:

A identificação da pessoa a quem quer recomendar este titulo:

Se pretende enviar esta recomendação para mais de um endereço de e-mail, separe na caixa anterior os endereços com ",". Ex: abc@abc.pt,xyz@xyz.pt

X
A sua recomendação foi enviada com sucesso!
X
Ocorreu um erro a obter a informação! Por favor tente mais tarde.
X
não encontrou wook procura?
Nós procuramos por si!

A sua identificação:

A identificação do livro que procura:

O seu pedido foi enviado com sucesso!
X
envie esta lista aos seus amigos
lista de desejos

A identificação da pessoa a quem quer enviar esta lista:

X
A sua lista de compras foi enviada com sucesso para .
X
selecione o livro adotado:
X
wook deve saber


Oferta de portes válida para entregas em Portugal Continental, em encomendas de valor igual ou superior a 15€ e para envios em CTT Expresso Dia ou Rede Pickup.
Devolução do valor dos portes em cartão Wookmais para encomendas de valor inferior a 15€.

Nos envios para as ilhas dos Açores e da Madeira, 30% de desconto no envio em CTT Expresso Dia para encomendas de valor superior a 15€ ou devolução daquele valor em cartão Wookmais para encomendas inferiores a 15€. Tipos de envio disponíveis para encomendas até 10 kg.

Promoção válida para encomendas de livros não escolares registadas até 31/12/2017. Descontos ou vantagens não acumuláveis com outras promoções.
X
wook deve saber


A devolução do valor dos portes de envio, em cartão Wookmais, será efetuada 18 dias após a faturação. Oferta válida para uma encomenda com entrega em Portugal.
X
wook deve saber


EM STOCK – ENVIO IMEDIATO
Se a sua encomenda for constituída apenas por produtos com esta disponibilidade e for paga até às 16 horas de um dia útil, será processada de imediato e enviada para o correio no próprio dia. Encomendas pagas após as 16 horas passarão para o processamento do dia útil seguinte. Esta disponibilidade apenas é garantida para uma unidade de cada produto e até 15 minutos após o registo da encomenda.

ENVIO ATÉ X DIAS
Esta disponibilidade indica que o produto não se encontra em stock e que demorará x dias úteis a chegar do fornecedor. Estes produtos, especialmente as edições mais antigas, estão sujeitos à confirmação de preço e disponibilidade de stock no fornecedor.

PRÉLANÇAMENTO
Os produtos com esta disponibilidade têm envio previsto a partir da data de lançamento.

DISPONIBILIDADE IMEDIATA
Tipo de disponibilidade associada aos eBooks, que são disponibilizados de imediato, após o pagamento da encomenda, na sua biblioteca.

Para calcular o tempo de entrega de uma encomenda deverá somar à disponibilidade mais elevada dos artigos que está a encomendar o tempo de entrega associado ao tipo de envio escolhido.

X
a sua lista de desejos encontra-se vazia
Adicione à sua lista de desejos todos os produtos que deseja comprar mais tarde, envie-a aos seus amigos antes do seu aniversário, Natal ou outras datas especiais - quem sabe se eles o surpreendem!
Seja informado sobre promoções destes produtos
X
Ocorreu um erro
Por favor tente novamente mais tarde.
X
atingiu o limite máximo de dispositivos autorizados
Por favor, aceda à area de cliente para gerir os dispositivos ativos.
X
Temos pena de o ver partir!
Pode voltar a subscrever as nossas newsletters a qualquer momento, na sua área de cliente em "Newsletters".
Junte-se à comunidade wook nas redes sociais:
X
wook deve saber


WOOK É O CHECKOUT EXPRESSO?
Esta modalidade de checkout permite-lhe comprar em dois cliques, seguindo diretamente para a confirmação de encomenda.

COMO FUNCIONA?
A encomenda é pré-preenchida com os dados que habitualmente utiliza - morada faturação, morada de entrega, forma de envio e tipo de pagamento. Para finalizar o processo, necessita apenas de confirmar os dados.

POSSO UTILIZAR OS MEUS VALES?
Vales e outros descontos que se encontrem no prazo de validade, serão igualmente considerados automaticamente na encomenda.

CONSIGO ALTERAR OS DADOS DA ENCOMENDA?
Sim. Antes de confirmar, tem ainda a possibilidade de alterar todos os dados e opções de compra.

EXCEÇÕES
O botão do Checkout Expresso só será visível se:
  • Selecionar previamente, na Área Cliente, as moradas habituais de envio e de faturação;
  • Associar uma conta wallet, quando a morada de envio selecionada é no estrangeiro;
  • Não incluir artigos escolares na encomenda.