A Anarquia dos Valores

Será o Relativismo Fatal?

Livro 1

de Paul Valadier

editor: Instituto Piaget, abril de 1998
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i

Todas as sociedades conheceram crises de valor, pela simples razão de que uma sociedade evolui, porque novos problemas surgem e as mentalidades mudam. Assim nunca podemos voltar aos valores de outrora. Vamos dizer crise de valores porque os valores de hoje não são mais os de ontem. Tomemos o exemplo de um valor muito marcante, a poupança. Hoje já não tem a importância capital como o teve nas sociedades rurais agrícolas. Hoje, com a segurança social, os seguros, o tipo de capitalismo que vivemos, a poupança perdeu o seu sentido. É um valor que soçobra. Ora isto não quer dizer que outros valores não tenham surgido. «Crise de valores» seria, assim, uma expressão excessiva, como se o conjunto do edifício dos valores se desmoronasse e nos encontrássemos perante um monte de ruínas. Existem outros valores que surgem. Sou sensível ao valor da solidariedade [...]. Existem, também, valores de relação afectiva, entre o homem e a mulher, que não existiam e que não podiam existir na sociedade agrícola de outrora. É um valor que tem a sua força e a sua fraqueza mas, no entanto, é um valor positivo.[...] A ideia de A Anarquia dos Valores é a ideia de que os valores não respondem a um princípio único, que são contraditórios. Existe uma anarquia de valores dentro da qual nos temos de reencontrar e dar-lhe um pouco de ordem. É a liberdade, claro está, que nos pode ajudar, apoiando--se na fé religiosa porque estamos perante contradições. É necessário acolher os estrangeiros e, ao mesmo tempo, conseguir manter a coesão social e nacional. Nota-se, efectivamente, aqui uma contradição. A grande tarefa é a reestruturação pessoal das liberdades. A meu ver é claro que uma perspectiva religiosa, uma fé, permite encontrar referências que evitarão derivar para uma espécie de incoerência.»
Paul Valadier, L’Ami du Peuple

A Anarquia dos Valores

Será o Relativismo Fatal?

de Paul Valadier

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727710515
Editor: Instituto Piaget
Data de Lançamento: abril de 1998
Idioma: Português
Dimensões: 158 x 233 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 212
Tipo de produto: Livro
Coleção: Epigénese, Desenvolvimento e Psicologia
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Filosofia
EAN: 9789727710515
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e E

A procura de um enquadramento objetivista dos valores

Pedro Silva

Valadier pergunta, no subtítulo, se o relativismo será fatal. A compreensão da questão é plural: quererá determinar a inescapabilidade do relativismo? Ou pretende mostrar que o relativismo tem consequências fatais? A desambiguação será o objetivo do livro, pretendendo-se mostrar que a impossibilidade de um objetivismo total e a necessidade de uma transcendência axiológica.

Paul Valadier

Paul Valadier, jesuíta, é professor do Centro de Sèvres e conferencista no Instituto de Estudos Políticos de Paris, depois de ter desempenhado, durante oito anos, o cargo de chefe de redacção da revista Études. É autor de uma tese sobre Nietzsche e a Crítica do Cristianismo (1974), e de vários ensaios políticos e religiosos, entre os quais Agir em Política e Escolha moral e pluralismo político (1980).

(ver mais)
A Avaliação Neuropsicológica

A Avaliação Neuropsicológica

10%
Instituto Piaget
35,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Psicologia´s - Saber & Intervir

Psicologia´s - Saber & Intervir

10%
Instituto Piaget
25,20€ 28,00€
portes grátis
Fraqueza do Político, Força do Religioso

Fraqueza do Político, Força do Religioso

10%
Instituto Piaget
16,96€ 10% CARTÃO
portes grátis
A Moral em Desordem

A Moral em Desordem

10%
Instituto Piaget
14,69€ 10% CARTÃO
O Homem Artifício

O Homem Artifício

Envio até 10 dias úteis
10%
Instituto Piaget
19,89€ 10% CARTÃO
portes grátis
Os Dois Ocidentes

Os Dois Ocidentes

10%
Instituto Piaget
17,84€ 10% CARTÃO
portes grátis