Viver mais com menos: dica verde com Ana Milhazes #1

«Fazer diferente está nas suas mãos.»
imagem
Vida Lixo Zero, de Ana Milhazes
Uma vida sem desperdícios. É para aí que caminhamos, cada um a seu ritmo. O assunto está na agenda e a reciclagem por si só já não é suficiente. Mas, por onde começar?

Já imaginou, por exemplo, fazer uma lista de compras 100% livre de plástico?

Neste livro - e agora também, uma vez por mês, nesta rubrica - a ambientalista Ana Milhazes mostra-nos como podemos viver melhor com menos e dá-nos dicas para facilitar e transformar a nossa vida: do consumo sustentável à tecnologia, passando pelos meios de transporte, pela organização e limpeza da casa, pela higiene, o desperdício zero na cozinha e a economia de partilha.
Um passo de cada vez.

Para dar início a esta colaboração, a autora escolheu abordar a temática da higiene e cuidados pessoais.
 
DESPERDÍCIO ZERO NA HIGIENE E CUIDADOS PESSOAIS

Cuidarmos da nossa higiene é cuidarmos de nós, é o nosso momento.
Fazê-lo sem ingredientes nocivos e sem plástico faz parte deste processo de autocuidado e permite-nos ainda cuidar do nosso planeta.

Confesso que tive alguma dificuldade nesta área da higiene pessoal, quando decidi viver sem desperdício. Tive bastante dificuldade em encontrar os produtos certos. Fiz várias experiências testando produtos diferentes e fiz também a experiência “no-poo”, ou seja, lavar o cabelo apenas com água, recorrendo de vez em quando ao bicarbonato de sódio. No meu caso, não correu bem! Ainda assim, recomendo-a! Somos todos diferentes e conheço algumas pessoas com que resultou.

Como em todas as áreas da nossa vida, considero que o melhor é simplificar! Então, tento usar o mínimo de produtos possível. Para aqueles com os quais não consigo viver sem, opto por produtos com ingredientes naturais, biológicos e sólidos. A grande vantagem dos produtos sólidos é que não necessitam de embalagem. Posso levar os meus sacos de pano ou mesmo devolver as embalagens de papel. Além disso, há outra grande vantagem: conhecer os rostos das pessoas que produzem os nossos produtos preferidos, pedir sugestões e recomendações, sabendo que o nosso dinheiro está a ser bem empregue, contribuindo para famílias de quem gostamos e para pessoas que, entretanto, se tornaram nossas amigas.

Imagem do interior do livro
HIGIENE ÍNTIMA
Alguns dos meus produtos essenciais são o penso higiénico em tecido e o copo menstrual, que utilizo há já alguns anos. Os pensos higiénicos convencionais causavam-me alergias, pelo que senti uma enorme diferença: melhorei a minha saúde, a do planeta e ainda poupei bastante dinheiro. É esta a grande vantagem dos produtos reutilizáveis: apenas existe o investimento inicial, não há mais aquela questão de comprar, usar e deitar fora.

Quanto ao elixir, há várias soluções que podemos adotar em casa à base de sal e bicarbonato de sódio, ou, podemos ainda optar por marcas naturais, como é o caso da Georganics que encontramos na Mind the Trash.

O velho sabonete, que me lembro tão bem de usar quando era miúda, muito antes de existir o famoso gel de banho ou o sabonete líquido, veio para ficar! Também aqui, os sabonetes ganham em termos de sustentabilidade e saúde. Hoje, há mais opções e já não há desculpas para continuarmos a adquirir produtos embalados.

Como desodorizante prefiro também a sua versão sólida. Basta aplicar depois do banho (pois o mesmo derrete) ou humedecer ligeiramente antes de aplicar. Adoro os da marca Saponina e são realmente eficazes. Também aqui confesso que tive de experimentar várias marcas até descobrir a ideal!
CABELO
Para o cabelo, utilizo champô sólido que guardo numa lata que também levo sempre que viajo. Em casa, tenho o cuidado de usar algumas pedrinhas ou uns elásticos que prendo na lata, o que permite que o champô seque devidamente. (Há uma desvantagem em relação aos produtos naturais: temos de cuidar melhor deles, pois desfazem-se mais facilmente. Neste caso, só temos de deixar que a água escorra devidamente depois de os usarmos. Os elásticos ou as pedrinhas permitem precisamente que a água escorra para o fundo da lata. Assim, estes mantêm-se secos e duram mais tempo.)

Também o condicionador existe na versão sólida e funciona exatamente da mesma forma. São produtos ótimos e não sinto qualquer diferença no meu cabelo, que mantém um aspeto igualmente bonito.

Há, ainda, outra alternativa que gosto sempre de referir e que nos permitem lavar o cabelo e o corpo sem água! Sim, sem água! O champô seco, feito essencialmente à base de amido de milho (pode adicionar cacau se o seu cabelo for escuro, mas é opcional): com um pincel ou com a ajuda dos dedos aplicamos nas raízes para retirar a oleosidade, que surge nesta zona. Desta forma, o cabelo pode aguentar até mais dois dias sem necessitar de ser lavado com água ou com o nosso champô habitual.
LIMPEZA DO ROSTO
Para retirar a maquilhagem, prefiro os discos reutilizáveis em tecido. Quem tem jeito para a costura (não é de todo o meu caso!), pode optar por fazê-los em casa, reaproveitando velhos turcos ou pijamas de flanela.
Gosto de colocar um pouco de óleo de coco ou um outro óleo vegetal que já tenha em casa e que utilizo na cozinha (outra vantagem deste estilo de vida: utilizar aquilo que já temos!).

A pele fica hidratada e a maquilhagem é removida na perfeição.
DEPILAÇÃO
Para a depilação e para a barba nada como voltar aos velhos aparelhos de barbear. Infelizmente, as lâminas ainda não são recicladas em Portugal, à semelhança do que acontece noutros países. Ainda assim, guardo-as na esperança de que um dia isso seja possível.
BANHO
No banho, prefiro as esponjas naturais, como a lufa, que no final da sua vida útil pode ser colocada na compostagem.
Também podemos recorrer à esfoliação seca antes de abrirmos a torneira, utilizando uma escova de madeira e cerdas naturais - fazendo movimentos circulares, começando dos pés até ao pescoço. No final, só precisamos de passar o corpo por água ou tomar um banho rápido. Para além de pouparmos água, esta esfoliação tem bastantes benefícios ao nível da circulação.

---
Desde que comecei a cuidar da minha higiene desta forma que me sinto muito mais saudável! As diferenças são enormes! Por isso, convido-o(a) a experimentar estes benefícios. Escolha apenas uma destas dicas para começar já!

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!