«Vem aí a macacoa?», pergunta Adília. Desde que haja esparguete...

Dias e Dias é um exercício de memória no qual a autora dedica boa parte da sua prosa poética a contar-nos como era, o que fazia, como é, o que faz. 

Um pequeno livro de pequenos poemas (por vezes, apenas uma linha) que se lê de um trago.
Durante anos comi nos cafés. Com a quarentena do coronavírus, os cafés fecharam, passei a cozinhar para mim. Adoro cozinhar. Achava que não sabia cozinhar. Ninguém me ensinou. Não vi cozinhar. Tenho 60 anos, nunca tinha feito esparguete. Não fazia a mínima ideia de quanto tempo levava a cozer. Consultei o livro de cozinha para crianças A colher de pau de Maria de Lourdes Modesto. O esparguete leva 15’ a cozer. Acho A colher de pau um livro genial. Cozinhar tem sido alucinante para mim, uma terapia. Vem aí a macacoa, a miséria? Sem esparguete, com coronavírus, a vida não é divertida. Por enquanto divirto-me.

Adília Lopes, Dias e Dias

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!