«Solar», um poema de Marta Chaves

Marta Chaves iniciou-se na escrita em 2009 com o livro Onde Não Estou Tu Não Existes.
Varanda de Inverno é o mais recente título, um espaço de observação existencial sob a forma de livro de quem usa as palavras para dar amplitude à melancolia e ao silêncio - «Que dom habitará o que é tocado pelo fogo?».

Representa também a estreia da poeta na Assírio & Alvim.
SOLAR

Poderia praticar esta forma de vida
que me assenta melhor do que a minha.
Quero dizer
é dentro da cabeça
e fora da minha vida
que me sinto menos só.

Poderia ficar aqui algum tempo
deslocando a cadeira
para acompanhar a trajectória do sol.
Não o faço.
Abro a porta que dá para a casa
e deixo devoluta a vida
imaginária no jardim.

Marta Chaves, Varanda de Inverno

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!