Mário Cláudio vence o Grande Prémio de Romance e Novela da APE

O livro premiado
Tríptico da Salvação
O escritor Mário Cláudio venceu o Grande Prémio Romance e Novela 2019, da Associação Portuguesa de Escritores (APE), com a obra Tríptico da Salvação, tornando-se no primeiro escritor português a ser distinguido por três vezes com este prémio.

Segundo a APE, o júri, constituído por José Manuel de Vasconcelos, Ana Paula Arnaut, António Pedro Pita, Cândido Oliveira Martins, Isabel Cristina Rodrigues e José Carlos Seabra Pereira, decidiu por maioria destacando «o invulgar domínio da língua portuguesa e o modo como [o autor] prende a atenção do leitor, criando linhas de expectativa na composição do xadrez narrativo.»

Tríptico da Salvação editado pela Dom Quixote, «volta a pôr em cena a extraordinária competência do autor para recriar ambientes: cores, sons, sabores», acrescenta o comunicado.
Mário Cláudio tem uma obra que se estende pelo conto, novela, crónica, teatro, infantojuvenil, ensaio e romance, tendo já recebido inúmeras distinções literárias, nomeadamente o Prémio PEN-Clube Português de Novelística, o Prémio D. Dinis e o Prémio Pessoa (2004), pelo conjunto da obra.

Entre os finalistas ao prémio, estavam as obras O gesto que fazemos para proteger a cabeça, de Ana Margarida de Carvalho, Homens de Pó, de António Tavares, e A luz de Pequim, de Francisco José Viegas, numa edição que contou com 60 obras a concurso.

O Grande Prémio de Romance e Novela foi instituído em 1982 e tem um valor monetário de 15 mil euros.
Mário Cláudio nasceu no Porto em 1941 e lançou a sua primeira obra, um livro de poesia intitulado Ciclo de Cypris, em 1969.

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!