«Este Mar», de Manuel Resende


ESTE MAR

Este mar que me entra pela janela é afinal um ruído de carros
Ao começar a Primavera
- Isto é fácil de dizer,
O difícil é responder ao corpo que quer voar.
O dia entra pela casa como a mão na luva,
Quente e cheio, exatamente como aquilo
Que já vai enchendo os frutos,
E o meu corpo não sabe
Que assim vai rubricando a sua morte.

Manuel Resende, Poesia Reunida

Wook está a dar

Subscreva!