Clara Não: «A raiva e a indignação espoletam a criatividade» [VÍDEO]

Uma caixinha de surpresas: é assim que se poderia definir Clara Silva, perdão, Clara Não em parcas palavras. É que à medida que a vamos conhecendo é como se nos abríssemos ao desconhecido e nos tornássemos dele confidentes.

Tem apenas 25 anos e uma mente aberta e despretensiosa - e porque não é habitual nos contamina.
Clara preocupa-se com os problemas reais e desenha-os. Usa a criatividade e a esferográfica para pôr nos «caderninhos», como carinhosamente os designa, todos os temas que nos são (mais ou menos) caros: desgostos amorosos, sexualidade, feminismo; mas também factos concretos em que só uma pessoa delicada e sensível repararia: «as nuvens são ovelhas de patas para o ar.»
O seu livro Miga, Esquece Lá Isso ainda não tinha chegado às mãos dos leitores e já liderava os tops de vendas.

É fácil perceber porquê:
CLARA NÃO EM ENTREVISTA AO WOOKACONTECE
«Às vezes recebo mensagens muito feias; muitos, muitos insultos»
CURIOSIDADES SOBRE A AUTORA
#1 Na faculdade, decidiu compreender o processo da escrita e, para o fazer, ensinou a mão esquerda a escrever. Ligou à professora primária, que lhe disse o método que tinha utilizado para a ensinar a escrever – Método de Jean Qui Rit – e, recorrendo às mesmas técnicas, tornou-se ambidestra;
#2 Além de ilustradora a Clara é também DJ. Com Carolina Grilo Santos, forma a dupla Shuggah Lickurs;
#3 Estudou flauta transversal e teoria musical entre a infância e a adolescência, e depois piano. De 2012 a 2017, deu aulas de flauta de bisel e de formação musical a crianças entre os 6 e os 12 anos.

Livros relacionados

Wook está a dar

Subscreva!