União Monetária Europeia - Funcionamento e Implicações

de Aníbal Cavaco Silva

editor: Verbo, abril de 1999
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
O objectivo deste livro é explicar o funcionamento da união monetária europeia e as suas implicações para a formulação e condução das políticas económicas. Trata das políticas monetária e cambial no contexto da moeda única e das implicações internacionais do Euro. Discute as restrições impostas à política orçamental dos Estados membros e as suas implicações para a estabilização da produção e do emprego. Analisa o problema da combinação adequada de políticas ao nível da União Europeia como um todo e da coordenação das políticas nacionais. Trata das implicações da criação da união monetária sobre as políticas fiscal, salarial e estruturais.

União Monetária Europeia - Funcionamento e Implicações

de Aníbal Cavaco Silva

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722219310
Editor: Verbo
Data de Lançamento: abril de 1999
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 235 x 9 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 164
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Economia, Finanças e Contabilidade > Economia
EAN: 9789722219310
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Aníbal Cavaco Silva

Aníbal Cavaco Silva é licenciado em Finanças pelo Instituto Superior de Ciências Económicas e Financeiras (ISEG) e doutorado em Economia pela Universidade de York (Inglaterra).

Foi investigador da Fundação Calouste Gulbenkian, Diretor do Departamento de Estatística e Estudos Económicos do Banco de Portugal, Presidente do Conselho Nacional do Plano e professor catedrático da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade Católica Portuguesa.

Aderiu ao Partido Social Democrata (PSD) em 1974 e foi Ministro das Finanças e do Plano do Governo da Aliança Democrática, presidido por Francisco Sá Carneiro.

Em maio de 1985, foi eleito presidente da Comissão Política do PSD e, em outubro seguinte, o partido venceu as eleições legislativas. Sob a sua direção, o PSD obteve nas eleições legislativas de 1987 a maioria absoluta dos votos – resultado que repetiu nas eleições de 1991 – um facto inédito na democracia portuguesa.

Foi nomeado Primeiro-Ministro em novembro de 1985, funções que desempenhou durante dez anos, e exerceu o cargo de Presidente da República no período de 2006-2016.

(ver mais)
O Primeiro-Ministro e a Arte de Governar

O Primeiro-Ministro e a Arte de Governar

10%
Porto Editora
15,98€ 17,75€
portes grátis
Uma experiência de Social-Democracia Moderna

Uma experiência de Social-Democracia Moderna

30%
Porto Editora
13,32€ 20% + 10% CARTÃO