10% de desconto

Transição - Ciclopes, Mutantes, Apocalípticos

A nova paisagem artística no final do século XX

de Bernardo Pinto de Almeida

editor: Assírio & Alvim, abril de 2003
«Alguma coisa aconteceu na arte portuguesa da última década do século XX que lhe mudou decisivamente o rosto e a aparência, senão a sua corrente mais profunda.
[…]
Se é verdade que, desde o pós-guerra, a arte americana tomou a dianteira sobre a arte europeia, em termos de influência a nível ocidental, não é menos verdade que o principal da teorização em torno dos novos temas da cultura artística passa necessariamente pela nova crítica anglo-saxónica e em particular americana, tornando-se necessário, a quem procura compreender o fenómeno, discutir muito dos conceitos elaborados no interior desse dispositivo fortíssimo e amplamente apoiado em publicações de referência
[…]
Porque o que hoje está acontecendo, em virtude da globalização acelerada a que vimos assistindo […] é que muitos dos problemas da arte actual que se faz em Portugal são igualmente atravessados por essa temáticas e por conceitos oriundos desse novo pensamento crítico, sendo obrigatório, para os compreender, abandonar o quadro de referências que longamente foi vigente entre nós para o procurar noutro horizonte de discussão.»
(Bernardo Pinto de Almeida)

Transição - Ciclopes, Mutantes, Apocalípticos

A nova paisagem artística no final do século XX

de Bernardo Pinto de Almeida

Propriedade Descrição
ISBN: 978-972-37-0704-5
Editor: Assírio & Alvim
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 171 x 241 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 336
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Estilos e Influências
EAN: 9789723707045
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Bernardo Pinto de Almeida

Bernardo Pinto de Almeida nasceu em 1954. Vive e trabalha no Porto. Professor Catedrático na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto. Tem publicado obras de ensaio e de poesia, entre as quais:

Poesia:

Escalas, ed. do autor, Porto, 1981
e outros poemas, Quetzal, Lisboa, 2002
sem título, A sétima face edições, Porto, 2002
Depois que tudo recebeu o nome de luz ou de noite, Asa, 2002
Hotel Spleen, Quetzal, Lisboa, 2003
Marin, &etc, Lisboa, 2003
Segunda Pátria, &etc, Lisboa, 2005
A Noite, Relógio d'Água, Lisboa, 2006.

Ensaio:

Pintura Portuguesa no Século XX, Lello Editores, Porto 1ª ed. 1993, 3ª 2002
Imagem da Fotografia, Assírio & Alvim, Lisboa, 1995
O Plano de Imagem, Assírio & Alvim, Lisboa, 1996
Henrique Pousão, Assírio e Alvim, Lisboa, 1999
Estranho Desenho – O Surrealismo, Colecção Berardo— Sintra Museu, 2001
As imagens e as coisas, Campo das Letras, Porto, 2002
Transição – Cíclopes, mutantes, apocalípticos, Assírio e Alvim, Lisboa, 2002
Quatro Movimentos da pele, Campo das Letras, Porto, 2004-07-20

Infantil:

Aventuras do Pato Raimundo, (novela infantil), Assírio e Alvim, Lisboa, 2000
A última obra do pintor (a partir de obras de Fernando Lanhas), Quetzal, Lisboa,
2002 O Natal do Pedro, Asa, Porto, 2002

(ver mais)
Sicília

Sicília

10%
Relógio D'Água
13,95€ 15,50€
Foz-Côa

Foz-Côa

10%
Edições Afrontamento
20,00€ 10% CARTÃO
portes grátis