O Manual das Mãos

de Eduardo White

editor: Campo das Letras, abril de 2004
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i

"O que faz o poeta é que ele olha o mundo com o coração amoroso. Ele não ama com o coração. Ele vive com o coração. Como sempre fez, o poeta Eduardo White escreveu para dar a ver. Para dar a ver um sentimento que ele ainda não sabe o que é. O poeta é sempre um cicerone de mundos invisíveis."
MIA COUTO, in "A Casa dos Sonhos"

"Em White, cada palavra, cada metáfora e cada imagem criam tremores de sentidos, que, amplificados, possibilitam à língua um sonoro e musical rumorejar, resultante do embate de suas encapeladas vagas de encontro às quilhas que vão sulcando as oceânicas trilhas percorridas..."
CARMEN LUCIA TINDÓ RIBEIRO SECCO, in "A Grande Viagem" na e para Além da Língua…

O Manual das Mãos

de Eduardo White

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726108610
Editor: Campo das Letras
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 140 x 210 x 5 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 104
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789726108610
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Eduardo White

Nasceu em Ouelimane (Moçambique) em 1963. É membro da Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO). Publicou os seguintes livros: "Amar sobre o Índico" (1984); "Homoíne" (1987); "País de Mim" (1990; Prémio Gazeta revista Tempo); "Poemas da Ciência de Voar e da Engenharia de Ser Ave (1992; Prémio Nacional de Poesia); "Os Materiais de Amor Seguido de O Desafio à Tristeza" (1996); "Janela para Oriente" (1999); "Dormir com Deus e um Navio na Língua" (2001; bilingue português/inglês; Prémio Consagração Rui de Noronha); "As Falas do Escorpião (novela; 2002); "O Homem a Sombra e a Flor e Algumas Cartas do Interior (2004). A sua poesia está exposta no museu Val-du-Marne em Paris desde 1989. Em 2001 foi considerado em Moçambique a figura literária do ano.

(ver mais)