O Diário Azul

de James A. Levine

editor: Porto Editora, maio de 2010
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para a Formação de Adultos como sugestão de leitura.

Há livros assim: que colocam o nosso interior num alvoroço, que permanecem connosco muito além do fim da história - autênticos milagres da imaginação. Este é, sem dúvida, um desses livros!
O Diário Azul conta a história de Batuk, uma menina indiana vendida como escrava sexual, pelo próprio pai. No caderno que sempre a acompanha, esta menina-prostituta de Mumbai inventa histórias encantadoras para fugir à terrível realidade dos dias.
Um relato profundamente comovedor que se transforma num belo e esperançoso hino ao poder das palavras e da imaginação.

«Uma história profundamente comovente e um aviso assustador sobre o poder da mente humana.»

Khaled Hosseini, autor de O Menino de Cabul

«A voz de Batuk, a inesquecível heroína menina-prostituta, ficará na mente do leitor por muito, muito tempo.»

Khaled Hosseini, autor de O Menino de Cabul

Uma história bela e crua de sobrevivência... O Diário Azul não é uma simples acusação de injustiça. É uma obra de arte muito bem conseguida. A mistura de desespero e esperança lembra-nos frequentemente Charles Dickens e Elie Wiesel. A capacidade de um médico americano abastado encarnar o espírito de uma criança de rua é algo espantoso! Este livro mudará a forma como vemos a humanidade e o nosso lugar nela.

Minneapolis Star-Tribune

Intrigante. Uma fonte de energia emotiva. Os leitores sentirão profundamente a experiência de Batuk, uma menina encantadora capaz de suportar fardos inacreditáveis. O talentoso Levine é protagonista de uma poderosa estreia literária. Não é todos os dias que nos deparamos com um médico que é também escritor e consegue cativar a alma e o pensamento dos seus leitores.

BookPage

Um testemunho ao potencial e ao poder da literacia.

Publishers Weekly

O Diário Azul

de James A. Levine

Propriedade Descrição
ISBN: 978-972-0-04074-9
Editor: Porto Editora
Data de Lançamento: maio de 2010
Idioma: Português
Dimensões: 152 x 235 x 18 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 176
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 978972004074910
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e E E

é preciso coragem

Susana Ferreira

Gostei de ler, mas nao o conseguirei reler... é muito forte e houve capitulos que me deixaram muito chocada...é preciso ter força para relatar a vida desta criança e conseguir escrever o que ela relata... fiquei sem saber se ela sobreviveu ou se morreu!?

e e e e E

Opinião (Paula Teixeira)

Paula Moniz

Muitas vezes chego a pensar que existem livros que devemos evitar ler, pois deixam-nos numa tristeza profunda e com um sentimento de impotência face a tamanhas monstruosidades. Por outro lado, não ler não significa que os problemas deixam de existir, apenas não pensamos neles, o que às vezes torna-se bastante mais fácil, mas menos correcto! Esta narrativa fala-nos de Batuk, uma menina indiana que é vendida pelos pais quando tem apenas nove anos. Vendida para uma casa de prostituição. Esta troca – a menina por dinheiro – é vista como algo normal pela família, até há uma festinha de despedida para que os familiares possam estar com ela uma última vez. A dor do seu pai na despedida é grande, porém há que sacrificar alguns para salvar outros. Um autêntico horror! Na casa para onde vai, Batuk rapidamente consegue adaptar-se (se é que há adaptação possível para isso) e conquistar a confiança de quem manda. Assim aprende a sofrer menos. Esta é uma menina que sabe escrever e refugia-se colocando no papel toda a sua história desde que foi parar ao mundo da prostituição. Ao escrever, Batuk sente-se limpa, aliviada, como se colocasse no papel toda a sujidade que aqueles homens horríveis deixam no seu corpo de menina. Um corpo que deveria permanecer durante muitos anos puro e intocado! A par da história de Batuk, vamos dando conta de uma India suja, onde a corrupção e a fome são uma constante. Esta história chocou-me principalmente pela força de Batuk. Pela forma com que esta consegue dominar a sua mente e sobreviver. O que prova que a força da nossa mente tem um poder extraordinário. Se recomendo este livro? Recomendo a todos os que quiserem ter noção do horror pelo qual tantas crianças passam em pleno sec XXI e perante o qual nada se faz. Opinião publicada no blogue http://viajarpelaleitura.blogspot.com

James A. Levine

James A. Levine é Professor de Medicina na Mayo Clinic, cientista de renome mundial, médico e investigador.
Vive atualmente em Oronoco, no estado do Minnesota. Recentemente, viajou para Índia e, em Mumbai, onde esteve a entrevistar meninos de rua, ficou-lhe na mente a imagem de uma menina sentada na berma a escrever num diário. Esta visão foi tão marcante que o inspirou a dedicar-se à escrita.

(ver mais)
Gatto Nero

Gatto Nero

10%
Chiado Books
12,00€ 10% CARTÃO
Junia ou a Justiça de Trajano

Junia ou a Justiça de Trajano

10%
Editorial Presença
15,04€ 10% CARTÃO
portes grátis