O Cónego

de A. M. Pires Cabral

editor: Cotovia, outubro de 2007
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Um jovem padre começa a sua vida a paroquiar uma pequena aldeia no nordeste trasmontano, onde está ainda muito viva a memória de um certo Cónego - espécie de figura tutelar e personagem controversa, que logo atrai a sua curiosidade: anjo ou demónio? Apostado em reconstituir a figura do Cónego, recolhe, na sua busca da verdade, os testemunhos mais desencontrados, entre os quais procura penosamente abrir caminho. A obra O Cónego é um romance compósito, por vezes com laivos de policial, outras vezes de picaresco, ora comovente, ora divertido.
A. M. Pires Cabral - não enjeitando embora a herança de Camilo Castelo Branco, Aquilino Ribeiro e Agustina Bessa-Luís - pretende sobretudo nesta obra contar uma história de forma desenvolta, à sua maneira muito pessoal, e ao mesmo tempo recriar o ambiente rural nordestino nas primeiras décadas do século passado.

«Como com os bons livros ocorre várias são as portas de acesso a "O Cónego", o mais recente romance de A. M. Pires Cabral. [...] Nunca conheceremos o cónego, pela mesma razão por que nunca ninguém nos conhecerá a nós, pois nunca ninguém conhece ninguém.»
Osvaldo Silvestre, Público

O Cónego

de A. M. Pires Cabral

Propriedade Descrição
ISBN: 9789727952205
Editor: Cotovia
Data de Lançamento: outubro de 2007
Idioma: Português
Dimensões: 128 x 204 x 27 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 320
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789727952205
A. M. Pires Cabral

A.M. Pires Cabral nasceu em Chacim, Macedo de Cavaleiros, em 1941. Licenciou-se em Filologia Germânica. Foi professor e animador cultural, responsável pela participação de Vila Real no Projeto 5.2 do Conselho da Europa («Políticas Culturais nas Cidades») e coorganizador das Jornadas Camilianas de Vila Real. É conhecido sobretudo como ficcionista e poeta.
Na área da ficção, publicou até ao momento oito livros de contos e seis romances, tendo ganho o Prémio Círculo de Leitores (com Sancirilo), o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco (com O Porco de Erimanto) e o Grande Prémio de Literatura DST (com O Cónego). Antes de O Quartel, publicou nesta mesma coleção o romance Feliciano (2021).
Na área da poesia, estreou-se em 1974 com Algures a Nordeste e publicou até hoje 20 títulos. Foram-lhe atribuídos o Prémio D. Dinis (com Que Comboio É Este e Douro: Pizzicato e Chula), Prémio Luís Miguel Nava (com As Têmporas da Cinza), PEN Clube (com Arado), Prémio Autores SPA 2014 (com Gaveta do Fundo), Prémio Nacional Literário João de Deus 2021 (com Frentes de Fogo). Caderneta de Lembranças, o seu mais recente livro de poemas, foi distinguido em 2022 com o Prémio de Poesia António Gedeão e com o Prémio Ruy Belo.

(ver mais)
Os Dias de Grijó

Os Dias de Grijó

10%
Lema d`Origem
11,70€ 13,00€
O Pouco e o Muito-Cronica Urbana

O Pouco e o Muito-Cronica Urbana

10%
Editorial Presença
15,90€ 10% CARTÃO
portes grátis