Narração, Maravilhoso, Trágico e Sagrado em «Memorial do Convento» de José Saramago

Livro 1

de Miguel Real

editor: Editorial Caminho
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
"«Este é um livro pensado e escrito com a finalidade dominante de servir de apoio pedagógico para a preparação das aulas da disciplina de Português. Assim, este livro destina-se especialmente a professores de Português do Ensino Unificado e Secundário e muito dificilmente será compreendido pelos alunos daqueles graus de ensino. (...) excluindo o brilhante livro da professora Maria Alzira Seixo, ""O Essencial sobre José Saramago"", não existe no mercado nenhum livro que trate directamente de ""Memorial do Convento"" a um nível intermediário entre o didactismo vulgarizante para consumo dos alunos (e, não raro, deformante da obra) e a especialização académica. Ora, ""Narração, Maravilhoso, Trágico e Sagrado em 'Memorial do Convento'"", que agora se apresenta, pretende situar-se a este nível intermediário, que pensamos ser o justo nível em que se encontra o professor de Português.» (Da Apresentação)"

Narração, Maravilhoso, Trágico e Sagrado em «Memorial do Convento» de José Saramago

de Miguel Real

ISBN: 9789722105439
Editor: Editorial Caminho
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 210 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 100
Tipo de produto: Livro
Coleção: Cadernos @o Professor
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Leituras Orientadas
EAN: 9789722105439
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Miguel Real

Miguel Real, sintrense, publicou Narração, Maravilhoso, Trágico e Sagrado em Memorial do Convento, de José Saramago (ensaio, 1995), A Verdadeira Apologia de Sócrates (ficção, 1998), Introdução à Filosofia da Saudade no Século XX (ensaio, 1998), Portugal - Ser e Representação (ensaio, 1998), Padre António Vieira e o Ano de 1666 (ensaio, 1999), A Visão de Túndalo por Eça de Queirós (ficção, 2000), A Geração de 90 - Romance e Sociedade no Portugal Contemporâneo (ensaio, 2001), Eduardo Lourenço - Os Anos de Formação: 1945-1958 (ensaio, 2003), As Memórias de Branca Dias (ficção, 2003) e Atlântico, Viagens e Escravos (diário de viagem do Centro Nacional de Cultura pela «Rota dos Escravos», em África, 2005). Em coautoria com Filomena Oliveira, assinou a adaptação dramatúrgica de Memorial do Convento (Companhias de Teatro de Almada e Sintra, 1999) e escreveu as peças Os Patriotas, sobre a Geração de 70 (Quinta da Regaleira, 2001), O Umbigo de Régio (Teatro Trindade e Barraca, 2003) e Liberdade, Liberdade! (Palácio Mantero, Sintra, 2004). Em 2006, o Teatro Trindade encenará a peça O Grande Terramoto, igualmente escrita com Filomena Oliveira. No prelo, o ensaio: O Labirinto da Razão e a Fome de Deus, A Configuração do Pensamento Português Contemporâneo (1890-2000). É colaborador permanente do JL - entre tudo, o que mais o orgulha.

(ver mais)