10% de desconto

Do Eu Solitário ao Nós Solidário

Deus, o Homem e o Mundo, numa conversa sem rede ou preconceitos

de Frei Fernando Ventura e Joaquim Franco

editor: Verso de Kapa, junho de 2011
Conversa intimista e sem preconceitos sobre Deus, o Homem e o Mundo. Divagações e reflexões sobre a actualidade com viagens ao passado para melhor podermos escolher um caminho de futuro.

”Quem me dera escrever um livro como este. Fico-me, ao menos, com a sorte de o ter lido. Nele encontrei respostas a muitas perguntas que me ia fazendo sobre mim, sobre o outro, sobre o mundo e este mundo, até sobre Deus.” - D. Manuel Martins, Bispo Emérito de Setúbal

“(…) o finito e o infinito, o imanente e o transcendente, a política e tudo quanto tem a ver com a “pólis”, cidade de Deus e cidade do Homem. O leitor vai gostar de se rever neste mundo das essências.” - Pe. Joaquim Carreira das Neves, (Teólogo e Biblista)

Do Eu Solitário ao Nós Solidário

Deus, o Homem e o Mundo, numa conversa sem rede ou preconceitos

de Frei Fernando Ventura e Joaquim Franco

Propriedade Descrição
ISBN: 9789898406200
Editor: Verso de Kapa
Data de Lançamento: junho de 2011
Idioma: Português
Dimensões: 163 x 236 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 160
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Religião e Moral > Moral e Ética
EAN: 9789898406200
e e e e E

Jesus Mestre da pobreza que há que deixar e Mestre da riqueza que há que entrar

Manuel Costa

Que bom e enriquecedor é termos um livro assim para os outros e para mim. Que bem a todos nos ajuda a deixarmos o nosso "eu" sempre tão pobre e tão intocável para o "nós" tão rico e agradável, mas sempre tão esquecido! .... Sempre tão esquecido! E, por tal acontecer, não nos dá para mais disponibilidade termos a favor dos outros. E, assim, ficarmos tão distantes Daquele que por nós, todo se deu, que por todos bem morreu. Esse distante é "Cristo Jesus, que era de condição divina, mas que não Se valeu da sua igualdade com Deus ("deixou o Seu "EU"solitário) mas aniquilou-Se –esvaziou-Se– a Si próprio; assumindo a condição de servo (= "Nós" solidário (…) Por isso Deus O exaltou e Lhe deu um nome que está acima de todos os nomes”(=o Emmanuel…O Deus connosco) (Fl 2, 6.7.9 / 2ª L.). Que grandioso e santo ensinamento de bem deixar o meu tão solitário e tão sagrado "eu" para só bem ser e ajudar os outros a serem Desse "Nós" para sempre solidário e universal. Neste tão fraco "eu" solitário olhemos bem e sempre para esse "Nós" solidário, que sendo de condição divina não se valeu da sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se - esvaziou-se - a si mesmo (fazendo-se Homem) (=perdeu todo o Seu "Eu" (=não se valeu da Sua igualdade com Deus) para bem ser infinita e eternamente todo "Nosso" (=Nós solidário). Por isso Deus - Seu Pai - O exaltou e Lhe deu um nome que está acima de todos os nomes(=passou a ser o "Nós" Solidário, Histórico, Salvador Universal.....

e e e e E

Um livro que nos faz reflectir

Hermínia Lopes

É um livro que nos leva a pensar nas pequenas grandes coisas do Mundo, das religiões, do Homem e de Deus. Se o universo é tão perfeito temos que ter atitude e respeitá-lo, para que DEUS fique satisfeito com a humanidade tomando consciência da sociedade que nos foi formatada, na procura da felicidade temos que conhecer o nosso Eu para poder dar ao outro, e simplesmente SER.

e e e e e

Espectacular!

Manuela Mateus

Numa altura em que a sociedade parece caminhar cada vez mais para a procura da satisfação do "eu", o Frei Fernando Ventura vem demostrar que a felicidade só pode acontecer através da ajuda para com o "outro". Um livro imperdível para compreender melhor o sentido da vida.