Dantas e Severa

Duas identidades portuguesas

de Elsa Vieira

editor: Umbra Editora
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Através de uma análise semiológica, cultural e histórica realiza-se uma abordagem hermenêutica à peça A Severa do escritor Júlio Dantas. Sendo uma obra que retrata o universo português, desde os bairros da capital, os Fados, as touradas, a vida em sociedade, ela reflete um modo de ser português na viragem do séc. XIX e início séc. XX. A junção e interpretação dos elementos históricos, literários, científicos e artísticos tornam este ensaio uma travessia funcional e crítica sobre uma época de mudanças estruturais muito ricas ao nível dos signos e da simbólica de identidade nacional, secular na cultura portuguesa.
Pretende-se de igual forma prestar um contributo ao Fado e constatar a sua evolução na época retratada. O Fado que tem alma própria, género musical já reconhecido mundialmente, através dos seus múltiplos intérpretes, como pertença portuguesa, motiva a presente investigação sobre Júlio Dantas e sobre Severa, ambos adormecidos na memória de um povo. Reaviva-se assim o mito que fez nascer o Fado - hoje Património Imaterial da Humanidade, categoria atribuída pela UNESCO em 2011.

Dantas e Severa

Duas identidades portuguesas

de Elsa Vieira

ISBN: 9789899937215
Editor: Umbra Editora
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 228 x 12 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 153
Tipo de produto: Livro
Coleção: Solilóquio
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9789899937215
Umbra Editora
12,00€