10% de desconto

Como Passar nos Exames

de Dominic O'Brien

editor: Didáctica Editora, abril de 2003
VENDA O SEU LIVRO i

Ensina técnicas de memorização incluindo temas académicos específicos — desde a Matemática à Química e à Literatura, passando pelas Línguas Modernas — permitindo-lhe:
-Aumentar a velocidade de aprendizagem
-Aprender a memorizar factos importantes
-Aprender a rever com eficiência.
Quase no final da ‘Introdução’, o Autor afirma: "O nosso cérebro é largamente superior a qualquer computador e incrivelmente mais complicado. Mas, quando nascemos, vimos sem manual de instruções!"
O Autor: Dominic O’Brien é conhecido pelos seus feitos fenomenais com a memória e por conseguir derrotar os Casinos de Las Vegas nas mesas de blackjack, do que resultou ser deles banido. Nove vezes Campeão Mundial da Memória, eleito Cérebro do Ano em 1994 e Grão-Mestre da Memória pelo Brain Trust da Grã-Bretanha, Dominic O’Brien detém diversos recordes mundiais e autor de alguns livros de grande êxito como Aprenda a Lembrar-se, da Plátano Edições Técnicas, Nunca Esqueça! Factos e Números, Nunca Esqueça! Nomes e Rostos, Nunca Esqueça! Números e Datas e Nunca Esqueça! Um Discurso, todos da Plátano Editora.

Como Passar nos Exames

de Dominic O'Brien

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726506287
Editor: Didáctica Editora
Data de Lançamento: abril de 2003
Dimensões: 144 x 214 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 222
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ensino e Educação > Psicologia da Educação
EAN: 9789726506287
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Excelente livro

Marcos Pais

Acho que este livro devia ser recomendado nas escolas pelos professores aos estudantes. Era muito útil para os que estão na vida académica saberem como estudar de forma mais eficiente. As técnicas descritas no livro são algumas de conhecimento geral, mas através do mesmo é que se consegue compreender a sua sistematização e eficiência. É engraçado que a semente deste livro sejam os campeonatos mundiais da memoria, onde os chineses são os atletas de 1ª classe e nós (Portugal) ainda não temos sequer uma única representação. Recomendo vivamente o livro.