Caminho

(23ª Edição)

de Josemaría Escrivá

editor: Encontro da Escrita
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
«Lê devagar estes conselhos. Medita pausadamente nestas considerações. São coisas que te digo ao ouvido, em confidência de amigo, de irmão, de pai. E estas confidências são ouvidas por Deus».

É assim que o autor introduz Caminho, o mais conhecido e mais popular dos livros de São Josemaría. Esta obra, considerada por muitos autores como um clássico de literatura espiritual, foi publicada em 1939. Constituía uma refundição de Considerações espirituais, publicação que surgira uns anos antes.

Caminho consta de 999 pontos para a meditação espiritual pessoal. O número foi ditado pela devoção de São Josemaría à Santíssima Trindade. Aborda os diversos aspectos da vida cristã: carácter, apostolado, oração, trabalho, virtudes. Na Introdução, diz São Josemaría: «Vou reavivar as tuas recordações, para que se eleve algum pensamento que te fira, e assim melhores a tua vida e entres por caminhos de oração e de Amor. E acabes por ser alma de critério».

Em 1966, numa entrevista a Le Figaro, o Autor referia deste modo o processo de elaboração de Caminho: «Escrevi em 1934 uma boa parte desse livro, resumindo para todas as almas que dirigia - do Opus Dei ou não - a minha experiência sacerdotal. Não suspeitei que trinta anos mais tarde alcançaria uma difusão tão ampla - milhões de exemplares - em tantas línguas».
Aconselhava que fosse lido «com um mínimo de espírito sobrenatural, de vida interior e de preocupação apostólica. Não é um código do homem de acção. Pretende ser um livro que leve a viver na intimidade de Deus e a amá-Lo, e a servir a todas as almas».

Caminho

(23ª Edição)

de Josemaría Escrivá

ISBN: 9789898773128
Editor: Encontro da Escrita
Idioma: Português
Dimensões: 107 x 157 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 325
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Religião e Moral > Catolicismo
EAN: 9789898773128
e e e e e

Um clássico de espiritualidade cristã, mais actual e prático do que eu esperava

Pedro

São 999 pontos que se podem ler seguidos ou, melhor, aos poucos, ou mesmo ao calhas. Vários me pareceram muito certeiros. E tudo bastante directo e com bom humor.

Josemaría Escrivá

S. Josemaria Escrivá de Balaguer nasceu em Barbastro (Huesca, Espanha), no dia 9 de janeiro de 1902. Iniciou os estudos eclesiásticos em 1918 no Seminário de Logronho, e prosseguiu-os, a partir de 1920, no de S. Francisco de Paula, em Saragoça, onde a partir de 1922 foi designado Superior. Em 1923 matriculou-se no curso de Direito Civil na Universidade de Saragoça. Ordenado Diácono em 20 de dezembro de 1924, recebeu o Presbiterado a 28 de março de 1925. No dia 2 de outubro de 1928, S. Josemaria Escrivá fundou o Opus Dei. Em 1934 foi nomeado Reitor do Patronato de Santa Isabel. No decorrer da guerra civil espanhola exerceu o seu ministério sacerdotal em Madrid, e seguidamente em Burgos. Em 1946, ¿xou a sua residência em Roma, onde permaneceu até ao ¿m da sua vida. S. Josemaria Escrivá de Balaguer foi Consultor da Comissão Pontifícia para a interpretação autêntica do Código de Direito Canónico e da Sagrada Congregação de Seminários e Universidades; Prelado de Honra de Sua Santidade, e Académico «ad honorem» da Pontifícia Academia Romana de Teologia. Foi também Grão-Chanceler das Universidades de Navarra (Pamplona, Espanha) e Piura (Peru). S. Josemaria Escrivá faleceu no dia 26 de junho de 1975. S. João Paulo II procedeu à Beati¿cação de S. Josemaria Escrivá no dia 17 de maio de 1992 e posteriormente, a 6 de outubro de 2002 à sua Canonização. Entre os seus escritos publicados, contam-se livros de espiritualidade que foram traduzidos para numerosas línguas: Caminho, Santo Rosário, Cristo que passa, Amigos de Deus, Via Sacra, Sulco e Forja.

(ver mais)
Lucerna
10,22€ 11,35€
Encontro da Escrita
8,00€ 10% CARTÃO