Caminho Errado

de Elisabeth Badinter

editor: Edições Asa, abril de 2004
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i

A mulher é, por natureza, uma vítima?
O homem, por definição, um verdugo?
Uma denúncia corajosa dos maus caminhos do feminismo radical.

Em Caminho Errado, Elisabeth Badinter constata o facto de, nos últimos vinte anos, o movimento feminista radical ter deixado de defender o valor universal da igualdade entre os sexos – igualdade que, obviamente, tem de levar em conta as diferenças existentes –, para se fechar numa postura dogmática, na qual homens e mulheres são convertidos em inimigos irredutíveis, a partir do preconceito absurdo de que ela, a mulher, é vítima por natureza e ele, o homem, por definição um verdugo. Um caminho errado que apenas leva ao caos, ao descrédito do feminismo e ao enfraquecimento da batalha pela verdadeira igualdade entre os sexos.
Livro polémico e corajoso, que suscitou em França, aquando da sua publicação, uma discussão escaldante, Caminho Errado traz-nos de novo o vigor analítico de uma autora central do pensamento francês contemporâneo.

"Elisabeth Badinter lança uma pequena bomba contra o conformismo tranquilo que caracteriza o movimento feminista há alguns anos."
L’Express

"Este livro é um acontecimento. (…) Elisabeth Badinter é uma das intelectuais que construiu com mais fervor o edifício teórico que suporta o feminismo francês."
L’Express

"(Caminho Errado) exemplifica, cita, confronta, desmonta (discursos, textos, inquéritos, estatísticas) e faz barreira contra a histeria puritana e de correcção política."
Elisabete França, Diário de Notícias

Caminho Errado

de Elisabeth Badinter

Propriedade Descrição
ISBN: 9789724140902
Editor: Edições Asa
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 128
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789724140902
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Elisabeth Badinter

Filósofa francesa nascida em 1944, Elisabeth Badinter é uma das vozes mais importantes e controversas do movimento feminista francês. Traduzida em mais de vinte países, a ASA publicou já um outro título fundamental da autora: X Y - A Identidade Masculina.

(ver mais)