A Voz Adormecida

de Dulce Chacón

editor: Difel, abril de 2004
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i

Eleito Livro do Ano 2002 pelo Grémio dos Livreiros de Espanha.

Um grupo de mulheres, encarceradas na prisão madrilena de Ventas, ergue a bandeira da dignidade e da coragem como única arma possível para se confrontarem com a humilhação, a tortura e a morte.
A Voz Adormecida ajuda-nos a mergulhar no papel que as mulheres tiveram durante anos decisivos para a história de Espanha. Relegadas ao meio doméstico, decidiram assumir o protagonismo que a tradição lhes negava para lutar por um mundo mais justo. Umas na retaguarda e as mais ousadas na vanguarda da luta armada da guerrilha, onde deixaram a evidência da sua valentia e sacrifício.

Um grande êxito da crítica e do público, e uma recompensa pela sua luta pela defesa dos direitos da mulher.»
El Mundo

A Voz Adormecida

de Dulce Chacón

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722906722
Editor: Difel
Data de Lançamento: abril de 2004
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 376
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789722906722
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Dulce Chacón

Dulce Chacón nasceu em Zafra, Badajoz, em 1954, e morreu em 2003.
Poetisa e romancista, publicou os livros de poemas Querrán Ponerle Nombre (1992), Las Palabras de la Piedra (1993), Contra el Desprestigio de la Altura (Prémio de Poesia Cidade de Irún, 1995) e Matar el Ángel (1999); e os romances Algún Amor que no Mate (1996), Blanca Vuela Mañana (1997), Hábalame, Musa, de Aquél Varón (1998) e Cielos de Barro (Prémio Azorín 2000). É também autora da peça de teatro Segunda Mano (1998).

(ver mais)