A Rainha de Copas

Livro 1

de Luís Costa Pires

editor: Editorial Notícias, abril de 1998
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
VENCEDOR DO CONCURSO "PROSAS DE ESTREIA"

A morte de um deputado num carro armadilhado e um telefonema anónimo a oferecer 15 mil contos pela investigação e resolução do crime são o suficiente para enredar Frank Brewster, detective particular, em mais uma investigação. Num clima quase fantástico, a história desenrola-se num tecido de transparência e mistério. A explicação do assassinato passa pela vida do político, (mal) casado com uma condessa, cujo hobbie são os jogos de cartas, e por um baralho de cartas, ao qual falta a Rainha de Copas. Os enigmas serpenteiam pelo texto: chaves de utilização duvidosa, negócios obscuros com contrabandistas, dinheiro, poder, violência, mulheres misteriosas, como Sónia, acompanhante profissional, de beleza invulgar e absolutamente irresistível, mais conhecida como "Rainha de Copas".

Excerto:

"Lisboa, 29 de Outubro. Meio-dia
O telefone toca incessantemente, fazendo-me acordar sobressaltado. Olho à minha volta e vejo que estou deitado no chão do meu escritório. As minhas costas doem. Levanto-me do chão com o corpo todo dorido e caminho a cambalear para a mesa do telefone, não sem antes tropeçar num caixote que está no meu caminho não sei a fazer o quê. Paro para olhar a desarrumação total. Os estores, semiabertos, deixam entrar uma luz estupidamente forte. Já é de dia. Levanto o auscultador.
- Está? - a minha boca sabe-me horrivelmente mal. Nem imagino o que andei a beber ontem à noite.
- Está? Brewster? É a terceira vez que telefono para aí! Ainda bem que finalmente te encontro no escritório!
Apesar de me esforçar, não consigo reconhecer a voz que está do outro lado da linha. Nem sequer me lembro de quem me pudesse estar a telefonar. Estou ainda muito tonto.
- Quem fala? - pergunto.
- Quem fala? - a outra voz está surpreendida - Sou eu, ora! O Cardoso, quem é que havia de ser?
- Ah, claro. - Reconheço-lhe finalmente a voz - E porquê tanta pressa? - pergunto sem me aperceber que já é meio-dia e por isso o sol está tão pujante.
- Tanta pressa? - ele faz uma pausa - Tu estás bem, Brewster? Já viste que horas são? Pára mas é de brincar! Como é que foi o funeral?
Olho para o relógio da parede. Vá lá! Ainda está no mesmo sítio. O mesmo não acontece, por exemplo, com a minha secretária que está encostada à parede. O que terei andado a fazer na noite passada?"

A Rainha de Copas

de Luís Costa Pires

Propriedade Descrição
ISBN: 9789724609492
Editor: Editorial Notícias
Data de Lançamento: abril de 1998
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Páginas: 226
Tipo de produto: Livro
Coleção: Prosas de Estreia
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Romance
EAN: 9789724609492
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
Luís Costa Pires

Luís Costa Pires nasceu em Moçambique, no ano de 1976. Em 1977, viajou para Portugal, onde vive desde então na cidade das Caldas da Rainha. Estudou Gestão de Empresas mas dedica-se profissionalmente ao jornalismo e à escrita. Foi jornalista de imprensa escrita durante três anos e, actualmente, é Assessor de Imprensa e Relações Públicas da Câmara Municipal de Peniche.
Publicou o primeiro romance em 1998, com o título A Rainha de Copas, e venceu o prémio "Prosas de Estreia". Depois, no ano 2000, publicou Depois da Noite. Mandrágora é o seu terceiro romance, também publicado pela Editorial Notícias.

(ver mais)
Ao Teu Lado

Ao Teu Lado

10%
Vega
14,84€ 10% CARTÃO
Depois da Noite

Depois da Noite

10%
Editorial Notícias
15,61€ 10% CARTÃO