À Procura do Portugal Moderno

de João Caraça

editor: Campo das Letras, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Neste livro, João Caraça procura retratar "o confronto das interrogações que colocamos ao procurarmos, nestes anos de sombras que iniciaram o século XXI, o sentido da nossa identidade como povo soberano, como europeus, como seres humanos. E qual destas acepções é a verdadeira? Ou serão, afinal, todas cozinhadas numa proporção sabiamente doseada de modo a proporcionar um merecido e compensador alimento para o caminho a percorrer rumo ao futuro? Quem, sozinho e isolado, o poderá saber? Certamente, nenhum de nós. Apenas reflectindo, criticando, debatendo, experimentando, avaliando, praticando, exercendo plenamente o nosso direito à cidadania, o vamos determinar. É esse o dever que contraímos, hoje, uns perante os outros, assim como perante as gerações futuras: em Portugal, na Europa e no Mundo. Se, aparentemente, os humanos surgiram aos olhos espantados do século XX como parte do problema, é bom que nos vamos constituindo, igualmente, como parte da solução.

"(...) não admira, assim, que a ciência tenha continuamente mostrado como o senso comum não nos pode orientar a não ser naquilo que é mais imediato, e que a construção científica da realidade parece contrariar os pressupostos do senso comum: é que a ordem que se apercebe à nossa escala não é a mesma que se depreende das estruturas que existem nas outras escalas da realidade. Há pois que realizar uma enorme tarefa: a de integrar no mesmo corpo cultural as noções e os entendimentos que resultam da nossa relação com o mundo às várias dimensões. Hoje, na sociedade globalizada e mediatizada em que vivemos, as escalas da realidade que só a visão científica nos permite ver influem directamente no quotidiano da nossa existência, das bio às nanotecnologias e às técnicas nucleares, das alterações climáticas ao ambiente e aos oceanos."

"(...) não admira, assim, que a ciência tenha continuamente mostrado como o senso comum não nos pode orientar a não ser naquilo que é mais imediato, e que a construção científica da realidade parece contrariar os pressupostos do senso comum: é que a ordem que se apercebe à nossa escala não é a mesma que se depreende das estruturas que existem nas outras escalas da realidade. Há pois que realizar uma enorme tarefa: a de integrar no mesmo corpo cultural as noções e os entendimentos que resultam da nossa relação com o mundo às várias dimensões. Hoje, na sociedade globalizada e mediatizada em que vivemos, as escalas da realidade que só a visão científica nos permite ver influem directamente no quotidiano da nossa existência, das bio às nanotecnologias e às técnicas nucleares, das alterações climáticas ao ambiente e aos oceanos."

À Procura do Portugal Moderno

de João Caraça

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726107118
Editor: Campo das Letras
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 230 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 136
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Outros
EAN: 9789726107118
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
João Caraça

Doutorado em Física Nuclear (Oxford) e agregado em Física (Lisboa), João Caraça é director do Serviço de Ciência da Fundação Calouste Gulbenkian e professor catedrático convidado do Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade Técnica de Lisboa, onde coordena o mestrado em Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia. Autor de mais de uma centena de trabalhos científicos, os seus interesses centram-se nas áreas da política científica e tecnológica e da prospectiva. Publicou ainda Do Saber ao Fazer: Porquê Organizar a Ciência (Gradiva, 1993), Science et Communication ("Que Sais-Je?", PUF, Paris, 1999). Colaborou na redacção de Limites à Competição (Public. Europa-América, 1994) e é co-organizador de O Futuro Tecnológico: Perspectivas para a Inovação em Portugal (Celta Editora, Oeiras, 1999).

(ver mais)
Europe'S Crises

Europe'S Crises

10%
JOHN WILEY AND SONS LTD
77,25€ 10% CARTÃO
portes grátis