A Obra de Arte do Futuro

de Richard Wagner

editor: Antígona, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
Em "A Obra de Arte do Futuro", música e poesia são antes de mais – e lado a lado com a dança – expressão do corpo, de um corpo total, não especializado, não desarticulado.
Com esta concepção do corpo radicalmente determinada pela ideia de performatividade, Wagner procede a uma sensível deslocação da tradicional correlação entre os sentidos e as artes, e, consequentemente, do desenho e da compreensão do sistema das artes. Richard Wagner deseja criar um modelo ideal das artes, que é ao mesmo tempo um modelo ideal de compreensão do homem, uma unidade em que o indivíduo e a sociedade se encontram na força do impulso artístico, da pulsão a um tempo destrutiva e criativa.
O futuro será então a supressão da individualidade, e, juntamente com esta, a supressão do tempo, a «reabsorção» do tempo na obra de arte.

A Obra de Arte do Futuro

de Richard Wagner

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726081630
Editor: Antígona
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 128 x 208 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 272
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Arte > Estética
EAN: 9789726081630
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável
e e e e e

Indispensável para os amantes das coisas Belas!

José Vieira

Richard Wagner vem comprovar, neste seu ensaio escrito em 1849, que, para além de ser um dos mais controversos compositores e génios do século XIX e de todos os tempos, é um sujeito atento, tendo sido capaz de perspectivar aquilo que seria, não só o Modernismo Europeu, mas também o sujeito fragmentado desses Grandes movimentos que ainda hoje influenciam o Homem: o Romantismo, o Modernismo e o Post-Modernismo. O sujeito wagneriano é reflexo de toda uma estética totalizante que é, ao mesmo tempo, desmultiplicada. Um exemplo disso, ainda que não saibamos se Pessoa terá, ou não, lido este ensaio, é a sua galáxia heteronímia, mais precisamente por meio de Álvaro de Campos, que triunfalmente gritar querer sentir "tudo de todas as maneiras", parecendo denotar o que seria esse sujeito que busca o Absoluto na Arte e na Vida. Um livro incontornável para os amantes das coisas belas!

e e e e E

Muito bom

Ana Bastos

Um bom manual para o músico e não só! Wagner, como um dos expoentes máximos da música clássica, deve ser lido. Aconselho.

Richard Wagner

Notável poeta e compositor alemão (1813-1883). Foi buscar inspiração para os temas das suas composições musicais nas lendas da Germânia e foi o criador do drama musical. Tannhäuser, Lohengrin, O Anel de Nibelungo, Tristão e Isolda e Parsifal são as óperas mais célebres.

(ver mais)
Beethoven

Beethoven

10%
Sementes de Mudança
10,71€ 11,90€
The Ring of the Nibelung

The Ring of the Nibelung

10%
PENGUIN BOOKS LTD
19,30€ 10% CARTÃO
portes grátis
Francis Bacon

Francis Bacon

10%
Orfeu Negro
16,00€ 10% CARTÃO
portes grátis
Estética do Performativo

Estética do Performativo

10%
Orfeu Negro
15,00€ 10% CARTÃO
portes grátis