500 Cantigas d'Amigo

de Rip Cohen

editor: Campo das Letras, abril de 2003
ESGOTADO OU NÃO DISPONÍVEL
VENDA O SEU LIVRO i
O corpus das 500 cantigas d' amigo, compostas entre 1220 e 1350, por um total de 88 poetas, é o maior corpus de poesia amorosa de voz feminina que sobreviveu da Europa medieval e antiga. Oferece um campo ainda pouco explorado para o estudo da voz feminina, ou seja, do discurso, do direito, da sexualidade, da mentalidade (por muito que essa voz possa ser manipulada, os aspectos arcaicos destes poemas, a nível social, linguístico e musical, sugerem que essa voz é genuína nas suas origens). Além disso, muitos estudiosos defenderam que entre as cantigas d' amigo há sequências organizadas para execução. Se elas existem – e acredito que possa ser demonstrado que sim – estas seriam as primeiras sequências de cantigas amorosas em qualquer língua vernácula na história da literatura europeia, providenciando uma oportunidade única para estudar a evolução de uma forma de arte lírico-dramática a partir das suas partes constituintes, algo com que Aristóteles aparentemente apenas podia sonhar.
Assim, lemos cantigas d' amigo não apenas porque as achamos belas, musicais, engenhosas, eróticas, bem delineadas, mas porque são a fonte principal para um capítulo ainda por escrever na história da cultura europeia. Mas isso será assunto para uma outra ocasião. Aqui direi, tão brevemente quanto possível, quais as suas fontes, quando e como foram editadas até hoje e como as tratei nesta edição.

500 Cantigas d'Amigo

de Rip Cohen

Propriedade Descrição
ISBN: 9789726105909
Editor: Campo das Letras
Data de Lançamento: abril de 2003
Idioma: Português
Dimensões: 197 x 274 x 54 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 648
Tipo de produto: Livro
Classificação temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
EAN: 9789726105909
Idade Mínima Recomendada: Não aplicável