10% de desconto

Todos Devemos Ser Feministas eBook

de Chimamanda Ngozi Adichie

Livro eBook
editor: Dom Quixote, maio de 2015
"Peço-vos que sonhem e planeiem um mundo diferente.
Um mundo mais justo. Um mundo de homens e mulheres mais felizes, mais fiéis a si mesmos. E é assim que devemos começar: precisamos de criar as nossas filhas de uma maneira diferente. Também precisamos de criar os nossos filhos de uma maneira diferente."

O que é que o feminismo significa hoje em dia?

Neste ensaio pessoal - adaptado de uma conferência TED - Chimamanda Ngozi Adichie apresenta uma definição única do feminismo no século XXI. A escritora parte da sua experiência pessoal para defender a inclusão e a consciência nesta admirável exploração sobre o que significa ser mulher nos dias de hoje. Um desafio lançado a mulheres e homens, porque todos devemos ser feministas.

Todos Devemos Ser Feministas

de Chimamanda Ngozi Adichie

Propriedade Descrição
ISBN: 9789722057448
Editor: Dom Quixote
Data de Lançamento: maio de 2015
Idioma: Português
Tipo de produto: eBook
Formato e Compatibilidade:
Classificação temática: eBooks em Português > Literatura > Ensaios
EAN: 9789722057448
e e e e e

Excelente

BaGois

Recomendo o livro para qualquer pessoa que queira aprofundar os seus conhecimentos sobre o feminismo. Foi interessante saber a perspectiva do feminismo por uma africana porque de facto é diferente da perspectiva de uma feminista portuguesa ou de uma feminista americana. Os direitos variam muito de país para país. Só fiquei com pena que o livro fosse demasiado curto pois queria saber mais histórias.

e e e e E

Feministas e muito mais

Manuela Gomes

Chimamanda Nogzi Adichie dá-nos, nesta obra, uma visão refrescante do feminismo visto através do seu olhar jovem e multicultural. Tomando como ponto de partida as suas raízes africanas, convida-nos a ser feministas e muito mais, na diferença de sermos mulheres inteiras, independentes e universais. Uma obra a não perder pelo tema que será sempre recorrente enquanto existir uma mulher discriminada por ser... mulher!

Chimamanda Ngozi Adichie

Chimamanda Ngozi Adichie nasceu na Nigéria, em 1977, tendo ido estudar para os Estados Unidos aos dezanove anos. Os seus contos apareceram em diversas publicações e receberam inúmeros galardões como o da BBC Short Story Competition em 2002 e o O. Henry Short Story Prize em 2003. A Cor do Hibisco, o seu primeiro romance, foi distinguido com o Hurston/Wright Legacy Award 2004 e o Commonwealth Writers' Prize 2005, tendo também sido finalista do Orange Broadband Prize 2004 e nomeado para o Man Booker Prize 2004. Meio Sol Amarelo, já publicado pela ASA, venceu, em 2007, o Orange Broadband Prize, o Anisfield-Wolf Book Award e o PEN "Beyond Margins Award". Americanah venceu o Chicago Tribune Heartland Prize 2013. A escritora foi também distinguida, em 2008, com um Future Award na categoria de Jovem do Ano e recebeu uma bolsa da MacArthur Foundation, considerada a "bolsa dos génios", no valor de 500 mil dólares. A sua obra encontra-se traduzida em trinta e uma línguas.
Em novembro de 2020 vence a categoria 'Winner of Winners', do Women's Prize for Fiction, pelo seu romance Meio Sol Amarelo. Este galardão é atribuído a título único e excecional e a autora agradeceu desta forma: 'Sinto-me particularmente comovida por ter sido votada "Vencedora das Vencedoras", uma vez que foi este prémio que inicialmente atraiu os leitores para o meu trabalho – e também me deu a conhecer tantas escritoras talentosas'.

(ver mais)
As Coisas Que os Homens me Explicam

As Coisas Que os Homens me Explicam

eBook
30%
Quetzal Editores
7,19€ 20% + 10% CARTÃO
A Sociedade Do Cansaço

A Sociedade Do Cansaço

eBook
10%
Relógio D'Água Editores
7,49€ 10% CARTÃO